domingo, janeiro 15, 2006

Corrupção

"Corruption"
(desenho de Jess Lucid)

Corrupção*

Então rapazes.
Que se está a fazer?
Será que ninguém ouviu
Ou alguém não quer dizer?
Saibam que estamos mal
Tamos num inferno de corrupção
Portanto, tenham compaixão de mim
Porque isso não me levará a lado nenhum
Por saber que sou, embora, um cábula
Isso que estou a dizer não é boato
Veio duma triste notícia
Tou a ler mesmo agora
Tamos na lista dos mais corruptos
Por isso choro...
Choro de muita vergonha
Creio que já chegou a hora
De irmos à luta
Porque o mal já está em cima da mesa
Não vamos mais tapar o sol com a peneira
Olhando com desdém
Como que nada acontecesse
E que tudo está bem.
Tamos mal…
Depois de ver isso fiquei fraco
Tou sem valor que nem um molho kassassado
Saí para rua e quando alguém soube quem era
Disse logo que sou corrupto
Caí para o chão. Não tive nada que falar
Porque ele tinha provas
Leu a notícia que está a girar
Com o destaque de uma Angola
Que por ela já não me orgulho
Mas me envergonho
Por favor ajudem-me
Encontrem a solução desse grande problema
Porque já não me aguento com tanta vergonha
E por isso sinto medo de sair para fora de casa
Não sei o que dizer dessa maca
Mas seria bom que atássemos todos
Todos que estão com o sim da corrupção
Mandem os tais amarrados…para a casa das leis
Usem a cadeia como centro de correcção
Para acabarmos com a corrupção
Lancem a aposta ao ar
Trabalhe quem quer…
Mas que seja para bem de todos
E não para tirar seus dividendos
Mandem tudo e todos
Apresentarem contas no fim do dia
Responsabilizem os maus actos
Para que não caiamos em ebulição
Porque a panela já está a ferver
Vamos nos queimar…
A corrupção já não é segredo
Ela já chegou até no outro lado
Por isso a temperatura aumenta
E tudo a qualquer momento rebenta
Tá tudo mal
Tamos entre a espada e a parede
Levante meu irmão
Traga-nos novas para o coração
Grite comigo por favor
Diga não à corrupção
Não tenho mais palavras
Tou tão aflito que já não me aguento
Acabem com isso
Vamos à transparência
Usem todos métodos legais
E assim seremos bem vistos
Por todo mundo
Até aqueles que nos têm como inimigos
Já poderemos nos dar o luxo
Porque já não seremos lixo
Pois a corrupção já não viverá em nós
Se isso não mudar
Juro que vou morrer…
Vou morrer de vergonha.
Porque onde passo
Só me apontam o dedo;
Porque a nossa banda mal cheira
No perfume da corrupção…
Para mim, vale mais perfumar papão
Que me envergonhar por essa maka;
Ou juntos, unidos e bem empenhados
Anulemo-los, então.
*Luis Miguel*
*(Estudante angolano em Holanda,
18/10/05)

1 comentário:

corrupcao disse...

epah isto e uma verdade indiscutivel man...vivemos de baixo de uma chuva de corrupcao.....