domingo, janeiro 08, 2006

Guerrilheiro


Guerrilheiro *
.
Parece embarcar ao vento de todas as barcas
No redemoinho de todos os furacões
Encarna a loucura dizem
Mas não
Cria os homens e fecunda as consciências
Na loucura consciente das rajadas criadoras
Encarna a loucura dizem
Mas não
Encarna o homem.

*Nicolau Spencer*
*(Angolano, nascido em Cabinda, morto na guerra; poema retirado da Antologia Temática da Poesia Africana 2, compilada por Mário de Andrade)

Sem comentários: