quarta-feira, janeiro 11, 2006

Memória do Huambo

"Meninos do Huambo"
(Tela de Fernando Campos (pintor angolano - retirada daqui) )

MEMÓRIA DO HUAMBO*

Quantas guerras sofreste
E resignada sempre suportaste?

Quantas vezes foste metralhada?
Quantas bombas, morteiros,
Sobre ti caíram, Huambo?

Afinal, morreste? ... finaste?
E onde está o teu povo,
A tua humilde e nobre gente?

Onde estão os meninos das tuas escolas?
E os nossos amigos,
Onde estão enterrados?
Nos escombros das casas, nos seus quintais?

Ai! ... Huambo! ... Huambo! ...
Repetidas vezes bombardeada, destruida,
E quantas e quantas vilipendeada! ...
Terás custado milhares de homens, mulheres e crianças!

Valeu a pena?
Afinal, a guerra constroi a paz?
Das cinzas, nova cidade renasce?

Valerá a pena
Fazer ressurgir o sonho sonhado de tanta gente,
Continuando a alimentar as velas da "GRANDE ESPERANÇA"
E do chão regado pelço sangue das crianças, das mulheres,
De todos os HOMENS que tombaram,
Ver novamente os milharais, as gaiobeiras e pintangueiras
Crescer?

Enfim, ver a VIDA renascer?...

*José Carlos Pacheco Alves*
*05.03.02 (retirado daqui)

Sem comentários: