quarta-feira, março 15, 2006

Vida é mesmo assim

"José Craveirinha na prisão"
(Desenho de João Craveirinha ª)
.
Vida é mesmo assim*

Em dia de reclusos
pela Maria e filhos passa um carro.
Um filho diz – Mamã
vai ali um amigo do papá
ele viu-nos e virou a cara.
E a Maria apenas disse – É a vida meus filhos.
Vocês hão-de ver. Quando o vosso pai sair
todos esses vão ser amigos dele outra vez.
A vida, meus filhos, é mesmo assim...
...
No velho machimbombo da carreira
um solavanco
e Maria apreensiva recomenda:
- Cuidado com a tigela.
Tudo menos entornarem
o caril de amendoim do vosso pai.
Esta foi uma das piadas do nosso quotidiano
que só mais tarde Maria me contou.
.
ª (Nota introdutória: O desenho acima foi efectuado aquando da prisão do poeta pela Pide – polícia política portuguesa, que lhe valeu cumprir uma pena de prisão entre 1965 a 1969. Este Poema dedicado à esposa e filhos, refere-se a esse período).
.
*José Craveirinha*
*(poeta moçambicano, 1922-2003)

Sem comentários: