segunda-feira, abril 17, 2006

Venha para mim

"Paisaje etéreo"
(Óleo sobre tela, de
Sara Diciero, 2005)


Venha para mim*

Venha!
Quero fazer-te minha amada
Uma virgem sagrada
Dona de um céu
E rainha de todo mundo.

Venha!
Quero te ter
Como a centelha do mundo
Alguém eleita por Deus
Feita um escudo
Para se tornar meu amparo.

Venha!
Quero fazer-te minha mãe
Pura e clemente
Para o mundo não te esquecer
Mas lembrar-se sempre
De mim
E todos os homens...
Pobres mortais

Venha para mim
Porque bendita
Quero que sejas
Lembre-se de mim
Entre em mim
E me dê a paz

*Luis Miguel*
*(poeta angolano, Abril 2006)

Sem comentários: