sexta-feira, novembro 24, 2006

Soltar é urgente

“Nevoeiro nocturno em Bellwether Farm”
(Foto de
Lady Farrier)

Soltar é urgente*

Urgente subir levitar
banir nevoeiros cadentes
de códigos
....................................velhos tão nossos.

Urgente entranhar a manhã
no verbo soltar-lhe um pedreiro
na luz
............................arrumar os destroços.

Neste hoje com séculos dentro
o pão já madruga amassando
as lêvedas fomes que escorrem
..................................................dos olhos.

*Fernando Alvarenga*
*(poeta português, poema do livro “Meus cantos de ainda”)

Sem comentários: