segunda-feira, abril 09, 2007

Mil Gotas

"A Chuva"
(Acrílico sobre tela de
Alexandre Loeb Caldenhof)
.
Mil Gotas*

Em Abril
gotas mil,
se despenham!

Em Abril
colhemos gotas mil,
outras finas
umas grossas,
umas alvas
outras vaporosas!

Em Abril
gotas mil,
o ar pincelam!

Em Abril
límpidas gotas mil,
uma etérea chuva,
uma colossal borrasca,
uma diáfana neve,
pintam!

Em Abril
gotas mil,
os rios engrossam!

Em Abril
com gotas mil,
árvores medram
pássaros chilreiam
e mares alargam!

Em Abril
gotas mil,
o Verão divisam!


*Lobitino Almeida N’gola*
*(escrito em 3-Abril-2007; publicado também aqui)

3 comentários:

Urariano Mota disse...

Homem, já é segunda-feira aí. Agradeço no Atlântico de cá, Eugênio, a sua visita ao nosso blog. Os escritores estamos realizando uma outra globalização. Em Angola, em Portugal, no Brasil, na Europa, sem gancho. Abraço.

Anónimo disse...

Pintura e poesia....palavras para quê?

http://pinceladasaoleo.blogspot.com

JotaCê Carranca disse...

Se escreve bem, sim senhor.
Um grande abraço