quarta-feira, maio 24, 2006

Dia de África: Poema

"Visão"
(Escultura em madeira de
Masongi Afonso)
.
Poema*

O comboio que vem com as lúcidas nortadas
corta o veludo negro do cacimbo
e os homens nos wagons sabem a sangue
despertam as moscas de seu longo Inverno.

Os homens nos wagons
com a saudade errada de um sabor que paira
um sabor de canho e mágoa

O comboio que vem com as nortadas
derrama na savana
o leite azedo
o leite espesso
o leite antigo de uma saudade de homens nos wagons

A saudade dos homens nos wagons
é cólera, revolta e dor.

O comboio que volta durante as nortadas
fere o cacimbo da savana
com o gemido dos homens nos wagons.

*Fernando Ganhão*
*(poeta moçambicano; poema retirado da Antologia Temática da Poesia Africana 1, compilada por Mário de Andrade, ICL,1980)

Sem comentários: