quarta-feira, junho 04, 2008

Na planura onde o capim secou

"Uma acácia perdida no meio do capim"
(foto retirado
daqui)

Na planura onde o capim secou*

na planura onde o capim secou

a poeira fina
cobre as carcaças
que
a morte caprichosa
foi espalhando

murchos estão os seios
que
o menino agarra
e
das árvores esquálidas
pendem papéis velhos e trapos

das esperanças promessas e palavras
..........................................de um tempo
sobra
o silêncio vazio e amargo
..........................da morte

na planura onde o capim secou

*Arlindo Barbeitos*
*(poeta angolano; do livro “Na leveza do luar crescente”, 1998)

Sem comentários: